domingo, 16 de outubro de 2011

Desapego

A tarefa de organizar requer desapego, e isso pode ser difícil, até mesmo doloroso.
É preciso correr o risco de querer  de volta mais tarde aquilo  que se deu. É preciso também saber que o ato de abrir mão de alguma coisa pode causar sofrimento temporário. No entanto, conservar o que é inútil causa dor definitiva. Abrir mão de certas coisas não dói tanto quanto o desconforto de viver num ambiente em eterna desordem.
Veja a seguir algumas dicas de como  abrir mão de que não precisa mais.
- Se tem receio de abrir mão de certas coisas, faça isso mesmo assim. Uma vez superado o choque inicial, você ficará surpreso por sentir-se leve e leve. Descobrirá que o desapego dos bens materiais pode ajudá-lo a livrar-se da desordem emocional, pois o ato de abrir mão de alguma coisa proporciona a liberação da frustração, da raiva, da culpa e de outras cargas emocionais.
- Faça de conta que está se mudando. Pergunte a si mesmo: Este objeto vale o esforço e o custo da embalagem, transporte e acomodação na nova casa? Se a resposta for negativa, dê-lhe outro destino.
- Peça a alguém que o ajude a selecionar suas coisas. Peça a outra pessoa para avaliar cada objeto, pois fazer isso por si mesmo só realçará o seu apego por ele.
- Pense em tudo que você tem. Se tiver vários objetos do mesmo tipo, seja honesto consigo mesmo: de quanto preciso realmente? Agradeça a tudo o que possui e depois tome a decisão sincera  de compartilhar sua prosperidade com aqueles que não tiveram a mesma sorte.
- Examine cada objeto e classifique-o: os que você usa sempre são os amigos, os que você comprou e que nunca usou são os conhecidos e aqueles que não servem e nunca foram usados são os estranhos.
- Abandone a função de zelador. Quanto mais coisas você possui, maior será a tarefa de cuidar de todas elas e maior também será o espaço necessário para guardá-las. Tome a firme decisão de transferir essa tarefa para outras pessoas.
- Adie a decisão. Se você vai bem no processo de desapegar-se das coisas, mas de repente vacila diante da decisão de passar adiante determinado objeto, deixe isso para o dia seguinte. Talvez esteja cansado para decidir ou haja outras circunstâncias que interferem em sua capacidade de tomar decisões.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...