domingo, 29 de abril de 2012

Organizando a cozinha - parte 2


Eletrodomésticos, pratos e travessas

Eletrodomésticos, usados com frequência devem ficar em bancadas ou na pia, e os outros dentro de armários. Os pratos e travessas mais usados podem ser guardados juntos, para facilitar na hora de servir a refeição. O jogo de café da manhã também deverá estar tudo junto. As xícaras podem ser empilhadas no máximo duas a duas.
Mantimentos
Os mantimentos devem ser guardados em potes de vidro ou alumínio, pois não absorvem calor, não interferem no sabor e não passam cheiro desagradável. Panos de prato ficam em gavetas ou prateleiras. Toalhas e jogos americanos podem estar na cozinha ou próximos da mesa em que se fazem as refeições. Você terá de observar o tamanho do local para armazenar alimentos e então decidir de quanto em quanto tempo fará suas compras, uma vez ao mês, na semana, etc. Sair todos os dias para pegar “uma coisinha” que está faltando, além de gastar tempo, cansa e faz com que esteja sempre comprando coisas a mais do que precisa, sem contar que para pegar meia dúzia de coisas, nem sempre vamos até o lugar mais barato; passamos na vendinha ao lado de casa ou no mercado mais próximo. Você já parou para fazer contas? É importante saber para aonde vai o dinheiro que gastamos.
Geladeira
Que tal agora dar uma olhada na sua geladeira? Sim, afinal de contas, se ela estiver organizada, você gastará menos tempo com a porta aberta, e economizará luz. Você não corre o risco de abrir um pote de manteiga sendo que, lá no fundo, atrás de uma pilha de coisas, já havia um aberto. E também terá o prazer de abrir sua geladeira e ter a impressão de que está assistindo a um comercial de televisão!
Guarde os vegetais e frutas na gaveta de baixo, pois é o local menos refrigerado. Estipule uma prateleira para cada tipo de alimento: coisas para lanche e café da manhã, sobras de alimentos e sobremesas, bebidas, carnes e frios. O importante é que cada coisa tenha um lugar para ser armazenada. Depois de criado o hábito, em segundos encontra-se o que se quer e guarda-se o necessário. E lembre-se: deixe os alimentos sempre em recipientes fechados para evitar um cheiro desagradável na sua geladeira.
Compras e cardápios
O ideal é que não se compre leite para o mês todo, enlatados para 15 dias, açúcar e farináceos toda semana, etc. Isso, com certeza, fará com que compre o que já tem e perca alimentos que não foram usados dentro do prazo de validade. E muito importante: quando for guardar as compras feitas, coloque na frente o que já estava no armário, e o novo para trás. Organizar também pode ajudar a economizar.
É pertinente mencionar os cardápios. Tenha o costume de fazer cardápios de suas refeições e da lancheira das crianças, e fazer as compras baseadas no seu cardápio. Faça essa experiência e depois observe o quanto economizou. Não há necessidade de criar um cardápio elaborado como o de um restaurante, é sua casa! Primeiramente, faça uma lista com tudo o que se costuma comer na sua casa; a seguir, distribua pelos dias da semana. Se quiser elabore um cardápio pensando no que poderá ser reaproveitado do almoço para o jantar. Por exemplo: se haverá tempo à noite. Ou se comem feijão no almoço e no jantar, faça para o almoço uma quantidade que dê para as duas vezes.
Com o lanche das crianças, faça a mesma coisa: escreva do que gostam, distribua pelos dias da semana e compre de acordo com o que será consumido. Seu cardápio pode ser semanal, quinzenal ou mensal, como melhor se adaptar. A partir do cardápio, faça as listas de compras no mercado, açougue e quitanda. Você verá que maravilha é fazer a quitanda baseada num cardápio. No final da semana, nada terá ido para o lixo! No começo pode até ser difícil, mas com o tempo se adaptará, fazendo o cardápio e, em seguida, num instante, a lista de compras estará pronta.


Fonte: Bagunça Organizada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...